Categoria: lovely

Obrigado!

Obrigado!

Um abraço aos amigos que visitam o Blog, ainda que eu não esteja atualizando com o respeito que cada um mereça. Aos amigos de Curitiba, Sao Paulo, Rio de Janeiro, Florianopolis, Cascavel, Madrid, Fortaleza, Santa Cruz Do Sul, Roosdaal, Joinville, Londrina, Criciuma, London, Brasilia, Moscow, Braganca Paulista e Apucarana, obrigado por aparecerem e voltem sempre. …

+ Read More

café. chantili e morango (09/11/2005)

café. chantili e morango (09/11/2005)

A menina de olhos pardos fitou-me. Lá estava eu nos meus jeans de sempre, surrados de uso, já sem o elastano que o deixava tão lindo na época de sua compra, encostado no capô do carro falando besteiras com pessoas que eu acabara de conhecer ao sair do bar. Pessoas estranhas, é fato, mas com …

+ Read More

doceteria (01/12/2005)

doceteria (01/12/2005)

Abri uma caixa de chocolate. Escolhi meus três prediletos e suas duplas, e escondi em baixo da cama. Não sei para que eu faço isso, se ando sozinho ultimamente, mas escondi. Escolho outros três e os como. Normalmente eles têm recheio de coco, ou nozes, ou castanha, ou amendoim. Chocolate puro não é comigo. Abro …

+ Read More

Ela (08/12/2005)

Ela (08/12/2005)

Mais uma noite trocando mensagens no computador. Passava da meia noite, quando me despedi de quem eu não queria. Dou tchau querendo dizer venha. Mando beijos querendo colar-lhe a boca. Mas são desejos. São tolices, que tendem a passar. Dei um tchau sem sentido, pois durei 5 minutos longe. Retornei. Arregalei meus olhos e sentimentos. …

+ Read More

Venha me dizer como fazer (08/01/2006)

Venha me dizer como fazer (08/01/2006)

Lá estava eu, parcimonioso, olhando meu copo vazio. Girava-o vendo as últimas gotas de gim com limão, sem tônica – o que restou de prazer em minhas mãos. Na pista, em minha frente, estava aquela linda fêmea. Pele rosada, ao menos sob aquela forte luz vermelha que incessantemente piscava para ela. Não lhe era morena …

+ Read More

You Really Got Me* (04/03/06)

You Really Got Me* (04/03/06)

Fala aqui no meu ouvido. Era apenas isso que meu olhar queria te dizer. No meio daquele carnaval sonoro, das misturas de fantasias de épocas idas e vindas, era apenas um “oi” próximo ao ouvido que eu queria ouvir. Ao final podia até soltar um suspiro, com aquele gostinho de arrepio, de medo e de …

+ Read More

(10/02/2006)

(10/02/2006)

tum. tum. tum. tum. shhhhhiiiiiiiiiii……….tum. tum. tum. tum. shhhhhiiiiiiiiiii……….tum. tum. tum. tum. shhhhhiiiiiiiiiii……….tum. tum. tum. tum. shhhhhiiiiiiiiiii………. assim está a cadência do meu coração,batidas e silencios intercalados.só não sei qual deles ainda está no compasso certo.

Hug Me

Hug Me

Estava realmente cansada. Encostou-me no banco e dormi ali mesmo, semi sentada. Nada confortável. Ao lado, alguém sonhava com os olhos abertos, mesmo dormindo. Eu ouvia enquanto tentava apagar os meus. Nem precisei de muito esforço. Ele fez isso por conta própria. Liguei o rádio para ouvir outras coisas. Tocava baixinho, como quem não queria …

+ Read More

Viva La Vida

Viva La Vida

O cheiro empaca meu sono, e seu peso amortece meus membros. Involuntariamente ainda sinto seu colo junto ao meu, e seu jeito de olhar enquanto sacoleja. Lá vai ela descendo a ladeira, enquanto sobe o samba junto à escola, e a música invade pela rádio comunitária. E aos quarenta e cinco do segundo tempo, eu …

+ Read More

Descobertas

Descobertas

O dia foi de redescobertas. Após uma madrugada de alma maledicente, uma paz estranha fazia parte da manhã. Na verdade ela já me empreguina há dias, e nem chegou a atrapalhar a individualidade de uma festa incomum. Atrapalharia momentaneamente a vida a dois. Jamais a história escrita. E muito menos a planejada. O dia foi, …

+ Read More