Mês: Janeiro 2011

Mande um Recado

Mande um Recado

Passava da meia noite quando me veio a vontade de escrever uma carta. Colocar a mão sobre o papel e, letra a letra, preencher aquelas linhas de um caderno guardado num canto qualquer da casa. Não queria saber da tela do computador brilhando e me trazendo mais sono. Não queria tirar do armário a máquina …

+ Read More

Uma nova carta para você

Uma nova carta para você

Desci as escadas correndo. Eram apenas três lances, mas o carteiro estava na correria com o Sedex 10 e pediu pra eu agilizar. Passavam das nove e meia e eu ainda estava de pijamas. Joguei a calça que eu havia usado na noite anterior, calcei meus chinelos, coloquei a camiseta do avesso e desci com …

+ Read More

De Escárnios a Escarros

De Escárnios a Escarros

– Oi, Bia! Como vão as coisas? Perguntou Rafael, inibido, com um sorriso amarelado enquanto ela abria a porta do carro e se jogava num abraço aconchegante. – Eu estava bem, mas olhando para sua cara não sei se vou continuar a estar… o que está acontecendo?– Nada, nada. Coisas do trabalho. – Coisas do …

+ Read More

Impulsos

Impulsos

Era dezembro e eu fugia do passado recente. Carreguei o iPod com o disco do Otto, bandas curitibanas e outras do começo dos 2000 e caí na estrada em busca de um mínimo de apreço. Meu corpo puído, minha cabeça quebrada tentando juntar as peças daquela nova realidade da qual corria, corria, mas era claro …

+ Read More